sexta-feira, 29 de abril de 2011

Caçada Noturna


Você diz fazer parte da luz
Mas eu posso ver as sombras na sua alma,
Em sua mente maléfica
Eu vejo o desespero do seu passado.
Todo sangue lhe encheu de rancor,
Está despedaçado em seu interior.
Não posso lhe derrotar
Porque o tempo se encarregou disso.
Há muita escuridão
E muita crueldade nesta Terra,
Ainda terei muito trabalho à fazer
Enquanto a lua nascer,
Intocada e luminosa todas as noites,
Para guiar as almas perdias,
Pois sigo meu caminho nesta vida noturna,
Porque liberdade é poder
E sou livre de corpo e alma
Como uma fiel filha da noite.

2 comentários:

  1. Nossa...como vc consegue escrever assim..rsrsrs....
    Escreve mto bem,parabens...
    Bjs

    ResponderExcluir