sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Noiva Cadáver


Enganada com a promessa
De um final feliz,
Vi meus sonhos
Sendo tirados de mim.
Naquela noite,
Naquela floresta,
De repente
O escuro me alcançou,
Me prendendo em uma prisão
De onde ninguém pode escapar...
Mas um dia ela virá.
Eu não via a luz,
Não via o paraíso.
Presa entre a vida e a morte,
Esperando quem possa me achar,
Me tirar desse sono gelado
E cumprir a missão de me libertar.

O Lado Negro das Princesas





sabe, estava pensando um dia desses: como as princesas Disney ficariam se fossem góticas? Entaum fiz uma transformação em algumas delas!

sábado, 18 de setembro de 2010

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

um vídeo que eu mesma fiz em homenagem à minha tribo...tomara que gostem!
video

Bonecas góticas






Fiz uma seleção das mais bonitas bonecas góticas espalhadas pelo mundo. Aproveitem!

Sepulcro



Na solidão do meu mundo
Penso se terá amanhã,
Se irei encarar as pessoas
Que me encaram com desprezo.
Então, de uma fossa profunda,
Sobe um sino a tocar
Com um som sepulcral
Anunciando meu fim.
Hoje, durmo sobre uma cama macia e quente,
Mas talvez amanhã
Será sob uma cama dura e fria,
Onde durmirei...
Durmirei para sempre
No sono mais lindo
E talvez, quem sabe,
Sonhando o sonho mais perfeito.

Lágrimas Silênciosas



Uma rosa negra nasce no meu jardim
Enquanto espinhos crescem dentro de mim.
Minha angústia me sufoca,
Aumenta meu desespero
E meu medo de sentir medo.
A escuridão me consome,
Me impedindo de chamar seu nome.
Estou morrendo,
Estou rezando,
Estou sangrando
E gritando...
Mas meu sofrimento é invisível,
Não pode ser visto...
Apenas pode ser sofrido.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

De volta!

gente foi mal aí por não postar nada há algum tempo! É que eu tive uns problemas e não dava pra entrar no blog...mas eu irei voltar a postar, abraços!

terça-feira, 13 de abril de 2010

Sentimento Profundo


Caminho sobre corpos
Numa imensidão negra
É o que vê meus olhos
Esta noite inteira.
Vagando sem saber pra onde
Num descampado cheio de cruzes
Minha vontade é de ir pra longe
Onde nunca mais verei olhares desconfiados
Direcionados a mim
Onde nunca mais verei a face do preconceito
Pesada face que toma conta de todos
Neste mundo sombrio...
Mundo que se diz evoluído,
Que se diz igual,
Que se diz generoso...
E que se diz humano.

.:D.G.M:.

sábado, 10 de abril de 2010

Roupas Góticas







Logo postarei mais imagens de roupas góticas!

sexta-feira, 9 de abril de 2010

_-Perfeito Lar-_


Eu durmo...
Finalmente durmo
Para esquecer minhas mágoas
Meus planos fracassados
Meus sonhos inacabados
E minhas noites mal dormidas
E quando acordo
Vejo uma floresta
Branca e branda
Sozinha nessa imensidão clara
Com riachos de águas calmas
Não é este meu lugar
Aqui não poderei pensar
Não poderei me acalmar
Então fecho os olhos
Desejando estar onde posso me encontrar
De novo
Então abro os olhos
Me vejo numa noite negra
Um chão de folhas secas
Num jardim de rosas perfeitas
Meu desejo é ficar
Nesse meu novo lar.

.:D.G.M:.

sábado, 27 de março de 2010

Certas Derrotas nos preparam pra grandes vitorias

Na escuridão das trevas,
onde a luz não ousa chegar,
existe um lugar onde a vida apenas sobrevive.
Muitos chamam esse lugar de inferno,
outros de fim do mundo.
Eu, chamo de lar.

O sono é uma morte incompleta,
a morte é o sono perfeito.

A sombra é a luz negativa.

Uma cadeia de ferros é mais facil do que romper uma cadeia de flores.

A pratica é o verbo em ação,
o homem que pratica pertence
a doutrina cujo ritos realiza.

Se eu avançar, segue-me.
Se eu morrer, vinga-me.
Se eu recuar, mata-me.

Se você é capaz de amar,
não faça sofrer quem te ama.

Lutar sempre,
vencer se possível,
desistir nunca.

Antes de magoar um coração,
veja se não esta dentro dele.

quinta-feira, 25 de março de 2010

__--Ciclo--__

Nada é como antes
Nadá é como agora
E vendo o meu pranto
Meu coração chora.

Todos pensam que sou louca
Porque falo da morte
Nada é como antes, nada é como agora
Nasci, envelhesci e irei morrer
Se não for cedo, tenho sorte.

Na escuridão
Já encomendei meu caixão
Para quando parar meu coração
Ficar debaixo do chão.

.:D.G.M:.

terça-feira, 23 de março de 2010

Lindo negro

Esta noite...
Quem me acompanha é a solidão
Pesada e forte
Me deixa aqui na escuridão.

E nessa escuridão eu vejo um vulto negro
Na esperança de uma nova presença
Eu chamo, faço um apelo
O vulto some em minha despensa.

Abandonando a esperança
Desabo no assoalho e choro...
Choro lágrimas de sangue
A solidão, então, volta a me rodiar.

A caminho do meu quarto
Num corredor escuro e fundo
Vejo o vulto voltar a me olhar
Me aproximo e vejo olhos brilhantes e amarelos
Então o vulto se revela um lindo gato negro.

.:D.G.M:.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Floresta Negra (minha criação)


Caminho por esta floresta
Escura e sem vida como eu
E é aqui nesta grande maldita
Que meu espírito se perdeu.

Obscuras as árvores desfolhadas
Como que querendo me agarrar aqui
Mas não vou deixar tocarem minhas mágoas
Não vou pensar em fugir.

Querendo encontrar meu destino
Querendo o problema enfrentar
Vou fazendo o meu caminho
Para nesta floresta continuar a caminhar.

.:D.G.M:.

Madrugada

O sangue percorre meu corpo
Um silêncio percorre os segundos
Não sinto meus pés no chão
Sinto é um vazio imenso na alma
Uma extrema calma
Eu quero chorar e gritar
Eu quero é sumir
E caminhar na escuridão
Com o coração quebrado e sangrando
Rasgando de solidão
Vago no céu estrelado
Acabou a noite , e chegou a madrugada
Eu choro em lágrimas de sangue
Por não Ter a liberdade
Por ficar só na vontade
De poder vagar mais alto
Em trevas imensas
Em noites densas
Sob os sepulcros vazios
Agora paro, sento em um telhado
Reparo a noite, acabou a madrugada
Dormirei aqui, sob a lua
Minha branca lua
Como eu ...
meus olhos se fecham
e minha alma vaga... e assim, pra mim...
continua a madrugada...

domingo, 21 de março de 2010

Sepultura


Se por noite cheia de assombros
Um bom cristão,todo apiedado,
Enterra sob velhos escombros
O teu corpo tão celebrado,

Na hora em que as límpidas estrelas
Cerrarem olhos de miosótis
A aranha aqui fará as teias
E a víbora fará os filhotes;

Ouvirás,toda a temporada,
`tua fronte condenada,
Uivos de lobo em solidões

E os dois feiticeiros famintos,
E o dos velhos cheios de instinto
E o vil conluio dos ladrões.

...::Nobre Melodia::...


Estava eu andando entre mortos
Perdida num campo de negras rosas
Ferida por alguns espinhos, derramava meu sangue
Sentia meu espírito me deixar alguns instantes

Sentei-me então perto à maior lápide
Ouvi sussurros do vento
Quebravam aquele silêncio
Harmoniavam aquele momento

E naquela nobre melodia
Confusa, eu me perdia
Negras sombras já estavam a me envolver
E meu coração, eu nem sentia mais bater

E num momento repentino
Já era finito meu desatino
Meu coração já voltava a doer
E as sombras começavam a desaparecer

Com o tempo, já não ouvia mais o vento
Dentro de mim, gritavam meus lamentos
E novamente..
Estava eu andando entre mortos
Perdida num campo de negras rosas

--†--Sentimento calado--†--

Tudo voltou ao normal,
Novamente a tristeza que antes disfarçava
Agora se expulsa de meu ser, abalada
Como posso Ter todo esse mal?
Esse mal de fixar meu pensamento em uma só coisa
Em uma só lembrança, em uma só pessoa
Estou morrendo pouco a pouco...Quero gritar!
E essa dor incessante de meu peito retirar,
Dor que está despedaçando meu coração.
Estou me perdendo novamente
Na melancolia e na escuridão de minha mente
Onde só existe arrependimento e vontade
Vontade de te pedir perdão e te ver feliz
E arrependimento de Ter feito o que fiz
Mas, te ver feliz seria com sua outra metade
Não eu... Não quero lágrimas ao meu peito
E sim um sorriso direito.
Por mais que eu tenha certeza
De que nunca mais terei ao meu lado sua beleza
Ainda teimo em continuar nessa eterna tristeza
Ferindo-me neste amor roubado,
Desse Sentimento calado.

O que é?

A cultura gótica (chamada de Dark no início dos anos oitenta apenas no Brasil) é uma cultura contemporânea presente em muitos países. Teve início no Reino Unido durante o final da década de 1970 e início da década de 1980, derivado também do gênero pós-punk. A cultura gótica abrange um estilo de vida, estando a ela associados, principalmente, gostos musicais dos anos 80 até o presente (darkwave/gothic rock, ebm, industrial, etc.), estética (visual, "moda", vestuário, etc) com maquilhagem e penteados alternativos (cabelos coloridos, desfiados, desarrumados) e uma certa "bagagem" filosófica e literária. A música se volta para temas que glamorizam a decadência, o niilismo, o hedonismo e o lado sombrio. A estética sombria traduz-se em vários estilos de vestuário, desde death rock, punk, renascentista e vitoriano, ou combinações dos anteriores,essencialmente baseados no negro, muitas vezes com adições coloridas e cheias de acessórios baseadas em filmes futuristas no caso dos cyber goths.

--††-Na noite sou livre-††--

No vazio de toda noite
Me sinto tão livre, tão liberta
Não preciso mais daquela foice
Agora estou com a mente aberta.

A lua em silêncio me observa
A brisa leve toca meu rosto
Esse é o paraíso que me reserva
A parte de minha vida que tenho gosto.

É nesse maravilhoso momento do dia
Que desperto meu ser escondido
Me livro de toda melancolia
E me entrego ao sentimento proibido.

Quando o dia volta a raiar
Começo de novo a ver rostos
Rostos que gostam de enganar
Com suas falsidades e injúrias que dão desgosto.

Por isso prefiro a noite perambular
Pois assim não haverão rostos com os quais odiar.

Lágrimas depressivas

É assim todo o dia
O sol clareia brando
A lua suaviza meu pranto
Medito sobre minha vida vazia

Lágrimas de suplício
Lágrimas geladas...
Lágrimas desperdiçadas...
Tentando aliviar meu martírio

E eu odeio tudo isso
Odeio sentir essa tortura
Ser seguida por essa amargura
Até já tentei suicídio

Minha lamúria
Meu terror que queima minha alma
Minha mortificação que não me deixa ter calma
Minha eterna fúria

Lágrimas...
Lágrimas de dor
Lágrimas sem amor
Mágoas...

Tentei me afogar
Nessa lamentação inútil
Nesse lamento fútil
Na bruma que disfarça o mar

Mas isso não me protegeu
Só me trouxe mais aflição
Só trouxe minha crucificação
Mas isso não me abateu

Pois, assim como eu
Nesse mundo profano
Sufocado nesse desejo insano
Muita gente morreu...

Nessa imortal depressão

sábado, 20 de março de 2010

Welcome

Meu segundo blog é dedicado ao mundo escuro e misterioso dos góticos, espero que todos gostem e possam conhecer melhor essa subcultura!