terça-feira, 17 de abril de 2012

(Primeiro conto) "Os Olhos do Passado"

              Anthony admirava a escuridão de seu quarto, como o sono não vinha, ele apenas olhava para o teto e as paredes. Com o passar da noite sem estrelas, suas pálpebras começavam a se fechar, bem lentamente.
              Mas, de repente, ele acorda assustado, sem acreditar no pesadelo que acabara de ter. Sonhou que estava em um campo aberto, o céu estava pintado de vermelho-sangue com nuvens de fogo, pessoas corriam de um mau invisível. Ele mal conseguiu se mexer quando avistou uma figura imóvel no meio da multidão, uma figura familiar, cuja lembrança estava gravada em todo o seu ser. Mesmo depois de acordar, ele ainda lembrava daqueles olhos doces encarando-lhe, quase como um chamado.
             Ele começou a se lembrar da dona daqueles olhos. Sua amada esposa havia morrido a 5 anos atrás em um incêndio, ele quase perdeu a vida tentando salvá-la. Grande parte dele desejava que isso tivesse mesmo acontecido, todas as manhãs ele acordava com a esperança de que ela estaria ao seu lado, e que tudo aquilo não passava de um sonho ruim.
            Sem a menor intenção de voltar a dormir, Anthony pegou seu casaco e saiu. Ficou por muito tempo caminhando nas ruas soturnas e vazias, apenas o silêncio o consolava, como um velho amigo. Depois de certo tempo caminhando, ele avistou um gato negro, lindo e imponente. Anthony se aproximou devagar e ficou surpreso ao ver que o animal fazia o mesmo. Feliz por ter encontrado uma companhia, Anthony começou a acariciar as orelhas do felino, e, ao fazer isso, reparou nos olhos do gato e pulou para trás quando percebeu o mesmo olhar doce, a mesma expressão suave, lhe encarando como naquele sonho. Nesse instante, sua mulher estava parada em sua frente, com o sorriso mais lindo que ele já havia visto.
           Na manhã seguinte, Anthony jazia morto na calçada, e, em seu rosto, pela primeira vez, seus olhos estavam ternos e um leve sorriso formava-se em sua boca, como se estivesse apenas dormindo e tendo o melhor dos sonhos.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Roupas Góticas VIII












Sharon Den Adel (vocalista do Within Temptation)


O Corvo

Letras: Xandria -"In Love With The Darkness"

video

No more tears,
I'm out of fears,
I'm out of pain,
I'm out in the rain.

It will gently wash away
The light of the day.

I'm in love with the darkness of the night,
I'm in love with all that's out of sight,
I'm in love with the magic of the new
And the darkness loves me, too.

Finally
It covers me,
It makes me taste
It's sure embrace.

It will gently take away
The sorrows of the day.

I'm in love with the darkness of the night,
I'm in love with all that's out of sight,
I'm in love with the magic of the new
And the darkness loves me, too.


Come out, 
Come out,
Wherever you are,
Don't hide,
Don't hide,
Near or far.

Come out, 
Come out,
Wherever you are,
Don't hide.



I'm in love with the darkness of the night,
I'm in love with all that's out of sight,
I'm in love with the magic of the new
And the darkness loves me, too.

Roupas Góticas VII









quinta-feira, 12 de abril de 2012

Letras: Within Temptation -"Gothic Christmas"


video

We're gonna have a gothic christmas,
That is what we'll do!
We're gonna have a gothic christmas,
Hope you'll have one, too!

Santa's going to wear a black vest
Just for me and you.
Santa's going to grunt in Latin,
Slay a dragon or two.

Rudolph, he will change his name,
'Cause Rudolph just sounds pretty lame.
From now i'll call him Ragnagord,
The evil reindeer overlord.

His nose, it shall be red no more,
But will be blackened to the core,
His eyes will glow an evil glow
To guide the chariot through the snow.

We want to wish you a gothic christmas. (4x)


We're gonna have a gothic christmas,
That is what we'll do!
We're gonna have a gothic christmas,
Hope you'll have one, too!


We want to wish you a gothic christmas.
We want to wish you a gothic christmas.
We're gonna wish you a gothic christmas,
Hope you'll have a gothic christmas, too!

terça-feira, 10 de abril de 2012

segunda-feira, 9 de abril de 2012